AVALIAÇÃO FÍSICA E PRESCRIÇÃO DE TREINAMENTO FÍSICO EM ESTEIRA E BICICLETA

O teste cardiopulmonar ou teste ergoespirométrico é a melhor metodologia existente atualmente para avaliação da capacidade cardiorrespiratória do indivíduo. Aliás, o que significa teste máximo? Esta pergunta que devemos fazer ao nosso cliente após a realização de um teste na esteira. Seu teste foi máximo? Máximo em quais variáveis? A princípio o teste cardiopulmonar deve ser máximo em 4 aspectos: muscular, cardiovascular, respiratório e metabólico.

O que significa teste máximo muscular?
Significa que o indivíduo não consegue mais andar ou correr na esteira. Se o teste foi realizado no cicloergômetro, significa o momento onde não é possível manter a velocidade de 30 km/h.

O que significa teste máximo cardiovascular?
Significa o momento onde houve aumento da intensidade da esteira ou bicicleta e a frequência cardíaca não apresentou elevação significativa, ou seja, atingiu-se o platô de frequência cardíaca. Neste caso, o indivíduo atingiu sua FC máxima, caso contrário o correto é definirmos como frequência cardíaca de pico.

O que significa teste máximo respiratório?
Significa o momento onde houve aumento da intensidade da esteira ou bicicleta e o consumo máximo de oxigênio não apresentou elevação significativa, ou seja, atingiu-se o platô de consumo de oxigênio. Neste caso, o indivíduo atingiu seu consumo máximo de oxigênio, caso contrário o correto é definirmos como consumo pico de oxigênio.

O que significa teste máximo metabólico?
Significa o momento onde o indivíduo atingiu um valor acima de 1.15 no quociente respiratório (relação entre VCO2/VO2).
Após a realização do teste cardiopulmonar máximo nos 4 aspectos, podemos através dos limiares ventilatórios obtermos algumas conclusões com relação ao predomínio do metabolismo no indivíduo e o direcionamento ao esporte no qual ele poderia obter mais sucesso.

Se o aluno em questão atingiu seu segundo limiar ventilatório muito próximo do final do exame, significa que ele possui uma alta capacidade de tamponamento (mais mitocôndrias) e, consequentemente uma maior capacidade oxidativa. Certamente neste exemplo, ele seria uma pessoa mais indicada para provas de fundo, ou seja, corridas de longa distância.

Se o aluno em questão tivesse atingido seu segundo limiar ventilatório muito precocemente, significaria o oposto, ou seja, uma baixa capacidade de tamponamento e uma alta capacidade para suportar acidose por mais tempo (sistema glicolítico predominantemente). Certamente neste exemplo, ele seria uma pessoa mais indicada para provas curtas (potência/explosão): 100m, 200m, 400 m.

Concluindo, o teste cardiopulmonar, evidentemente através da análise de outras variáveis que estão incluídas no exame, permitem ao fisiologista direcionar seu atleta ao esporte que ele poderá ter um maior rendimento.

A prescrição de treinamento físico é um aspecto de fundamental importância na evolução do condicionamento físico do indivíduo. Mas como prescrever um treino aeróbio na bicicleta sendo que nosso cliente realizou a avaliação inicial na esteira ou na pista? A preocupação com o ergômetro em questão é muito importante no momento da prescrição, pois na pista ou na esteira o aluno movimentou o corpo inteiro, sendo que na bicicleta movimentará apenas membros inferiores.

A FC máxima na esteira em média é 10% maior que a obtida na bicicleta ergométrica, por isso, no momento da prescrição devemos subtrair 10% da FC máxima obtida na esteira ou na pista e utilizarmos este valor na fórmula de prescrição de treinamento físico aeróbio.

Por exemplo, se um aluno atingiu 170 bpm como FC máxima na esteira, provavelmente ele atingiria uma FC máxima no cicloergômetro próxima de 153 bpm. Este valor de 153 bpm deverá ser utilizado como FC máxima na fórmula da FC de reserva, ou karvonen.

FC treino aeróbio = (FC máxima atingida – FC repouso) X % intensidade + FC repouso
No caso de ser um aluno cardiopata, devemos utilizar a faixa entre 40 a 60 % da FC de reserva ou 50 a 70%. Sendo um aluno sedentário: 50 a 70% da FC de reserva. No caso de alunos condicionados, devemos treinar entre 60 a 80% da FC de reserva.

Na próxima matéria apresentaremos como realizar a prescrição para a natação sendo a avaliação inicial realizada na esteira.

7 thoughts on “AVALIAÇÃO FÍSICA E PRESCRIÇÃO DE TREINAMENTO FÍSICO EM ESTEIRA E BICICLETA

  1. Carlos Evalderson Gomes Macedo says:

    Que tempo de intervalo para outro teste, sendo o teste de cardiopulmonar e ou ergoespirométrico a ser ultilizado na avaliação cardiorespiratória. De acordo a intensidade de cada indivíduo ser diferente na sua recuperação metabólica. A analise do indivíduo deve ser de acordo a sua aptidão e condicionamento, verificando a F.C.T.= F.C.RES.X% INTENSIDADE+F.C.R. ou não.Isto equivale a sua recuperação, através do treinamento progressivo. Gostei da forma de teste para avaliação cardiorespiratória.

  2. Carlos Evalderson Gomes Macedo says:

    Matéria excelente, Profº Newton, estou elogiado do conhecimento científico, valeu.

  3. Joilson da silva Ferreira says:

    Boa tarde Professor:
    Meu nome É Joilson da Silva Ferreira :
    Parabéns pela matéria ,sou professor de Educação Física e Atleta de Ultramaratona ,gostaria de participar de algum curso ou palestra sua sobre o assunto:

  4. jose americo dias says:

    Olá Dr. como profissional da área. gostaria de apresentar meus cumprimentos pelo conteúdo positivo do presente artigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *