OS NOVOS DRIVERS NA GESTÃO DE ACADEMIA

Os NOVOS DRIVERS NA GESTÃO DE ACADEMIA refletem, acima de tudo, a mudança no comportamento do consumidor que está menos suscetível a pagar mais simplesmente para demonstrar status, valoriza o seu tempo e dinheiro e acredita que pagar menos é sinal de inteligência. Ele sabe que pagar um preço alto não é garantia de satisfação e utiliza a internet para obter o produto que necessita, compara preços e compartilha as informações nas redes sociais.

Na ERA DA EXPERIÊNCIA, não apenas os conceitos mudaram, mas os indicadores também se transformaram pois, ao mesmo tempo em que as mudanças no comportamento levam a uma avaliação mais pragmática, o consumidor da nova era busca experiências autênticas por meio da clareza na relação “você está aqui pois somos especialistas, compartilhamos a mesma paixão, e respeitamos os seus esforços para alcançar os objetivos”.

A conversão, a renovação e todos os demais indicadores que vimos utilizando há anos continuam importantes, mas já não são mais suficientes nessa nova era. O compromisso com o “resultado” e a busca da “melhor experiência” trouxeram para o centro das atenções a tecnologia que, ao mesmo tempo em que motiva, permite acompanhar a performance de forma precisa e realmente individualizada. Indicadores como o NPS (Net Promoter Score), métrica desenvolvida para medir o grau de satisfação e lealdade de clientes com a empesa, até então, utilizado apenas pelas maiores empresas do mundo, vem sendo utilizado cada vez mais pelas academias como indicador de satisfação, apontando os caminhos a serem seguidos.

As expectativas mudaram, o mercado está mais dinâmico e o desafio está na percepção de valor e não no preço em si. Do compromisso com promessas tangíveis à entrega de resultados, as instalações sustentam o conceito, a tecnologia otimiza a operação e permite inovar no desenvolvimento de produtos baseados no perfil dos usuários. Nesse novo cenário, os monitoramentos, mais que medir a performance, asseguram a eficácia nos processos e sustentam a austeridade, o foco e a disciplina.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *